Edição do dia
Qua, 11/01/2017 | Atualizado em: 11/01/2017 às 05h00

Busto de mãe Runhó será reinaugurado

Davi Fonseca
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Descaso, lixo e danos causados por vândalos e batidas de carros danificaram, por muito tempo, o mais importante monumento do Engenho Velho da Federação, localizado no final de linha. A escultura é uma homenagem à memória de Maria Valentina dos Anjos Costa, a Doné Runhó, ex-ialorixá do Terreiro de Bogun. Trata-se do único monumento público que homenageia a população negra e especificamente a mulher negra em Salvador.

Para o pintor Oscar Moreira, 57 anos, antigo morador do bairro, os descuidos com a obra nunca deveriam ter acontecido.

"Achei uma desvalorização muito grande por parte dos órgãos públicos deixar abandonado. Mas só agora fico feliz porque as obras estão acontecendo", comentou.

Para ele, o busto deve permanecer sempre ali, para contar às novas gerações sobre a origem do bairro, já que a existência do terreiro do Bogum, também conhecido como jêje, e as obras realizadas por Runhó, têm tudo a ver com o nascimento e desenvolvimento do bairro, que, no passado, era uma grande fazenda.

"Essa obra significa muito para nós, do bairro, já que tudo começou nesse terreiro. Ele é tradição!", completou o pintor.

A solicitação foi encaminhada pelo ogan Edmilson Sales ao presidente da Fundação Gregório de Matos, Fernando Guerreiro, responsável pelas ações de recuperação. O trabalho está quase concluído, sendo realizado por uma empresa especializada em restauro de bens artísticos. A cerimônia de inauguração, prevista para acontecer no próximo dia 27, deve reunir personalidades autoridades e moradores.

Publicidade