Edição do dia
Sex, 21/04/2017 | Atualizado em: 21/04/2017 às 05h00

Ressaca dolorida

Juliana Lisboa
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Parece que a máxima 'ressaca pós-Ba-Vi' encontrou eco no Vitória e está demorando de 'sair do sistema' do clube. Desde o clássico que ganhou por 2 a 1, no último dia 9, o rubro-negro não consegue se impor em campo. Perdeu uma partida e empatou duas, a pior sequência de 2017.

Na última vez que enfrentou uma derrota, em fevereiro, para o Botafogo-PB, na Copa do Nordeste, o Vitória venceu cinco seguidas. A sequência parou no empate sem gols com o América-RN, também pelo Nordestão.

Nesse hiato de cinco jogos, foram 14 gols marcados e apenas quatro sofridos. Porém, desde que venceu o Ba-Vi, o Leão sofreu três gols e marcou um, nos acréscimos, em três partidas.

Nada que interfira no bom rendimento geral do Leão, segundo o treinador Argel Fucks. Para ele, a eliminação da Copa do Brasil, diante do Paraná, e o empate com o Vitória da Conquista, pelas semifinais do Estadual, são um reflexo do excesso de jogos.

"O melhor ataque do futebol brasileiro é nosso. [...] Nós fizemos 25 jogos e perdemos duas partidas, é pouco. Fizemos jogos de Copa do Brasil, Baiano e Copa do Nordeste. Nós temos três meses de trabalho, vamos completar quatro, é bom", disse.

Para Argel, ainda que não tenha vencido em Curitiba, no empate em 0 a 0 a equipe mostrou uma evolução em campo. "Nós abrimos nosso sistema de jogo mesmo, claro que você vai correr o risco, corremos, mas o adversário correu muito mais. Saímos da Copa do Brasil de cabeça erguida", explicou.

"A gente vai seguir nosso trabalho. Estamos no caminho certo, satisfeitos. Vamos voltar o foco para o Baiano, tem uma decisão em casa, e depois a Copa do Nordeste", finalizou o técnico.

Sobre possíveis retornos, Kieza deve jogar os Ba-Vis do Nordestão. Já Gabriel Xavier vai passar por nova avaliação. Ambos tiveram lesões musculares.