Edição do dia
Qua, 13/09/2017 | Atualizado em: 13/09/2017 às 05h00

Mototaxista morre em reação a assalto

Euzeni Daltro
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

O mototaxista Gilmário dos Santos de Amorim, 37 anos, foi assassinado no início da manhã de ontem, na Avenida Jorge Amado, no bairro do Imbuí. Populares informaram que ele estava de moto e praticava assaltos, quando uma das vítimas reagiu atirando.

O mototaxista, que seguia no sentido da Avenida Paralela, foi baleado nas costas e ainda tentou fugir, mas perdeu o controle do veículo, atropelou uma pessoa que estava no ponto de ônibus, bateu em uma árvore e caiu morto em uma via marginal, em frente à Faculdade Ibes.

"Transeuntes informaram que ele estava comentando assaltos. Mas a gente ainda não tem como confirmar, pois não apareceu nenhuma vítima", afirmou a delegada Marilene Lima, do Departamento de Homicídios (DHPP).

A polícia não confirmou a versão de que o suspeito de ter atirado em Gilmário é policial. De acordo com a delegada Marilene Lima, nenhuma das pessoas ouvidas pela polícia no local do crime informou sobre a identidade do atirador. "Estamos investigando mas, até o momento, essa informação não foi confirmada", completou a delegada.