Edição do dia
Qua, 13/09/2017 | Atualizado em: 13/09/2017 às 05h00

Advogada diz que suspeita foi 'vítima' de esquema

ANDREZZA MOURA
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

A advogada Thaíze de Carvalho procurou a reportagem para informar que sua cliente, a fisioterapeuta Flávia Peçanha Martins de Carvalho, 33 anos, presa em agosto, suspeita de integrar um esquema milionário de compras e vendas de produtos estéticos de uso restrito e anabolizantes, é "apenas mais uma vítima". Segundo ela, Flávia não sabia do esquema, embora revendesse os medicamentos, há dois meses. "Leidaiane ofereceu os produtos com notas fiscais para Flávia vender e, com isso, ela ganharia 20% do valor", afirmou. Além de Flávia e Leidaiane, mais três pessoas foram presas. Leidaiane e Flávia são comadres e se conheciam há um ano, segundo a advogada.