Edição do dia
Sáb, 13/01/2018 | Atualizado em: 13/01/2018 às 05h01

Dupla não teve como escapar de balaços

ANDREZZA MOURA
compartilhe
Enviar para Amigo
INDIQUE A UM AMIGO

Para enviar para outro(s) amigo(s), separe os e-mails com “ , ” (vírgula). Ex.:nome@exemplo.com.br, nome@exemplo.com.br

Imprimir
Reportar erro

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas pelo MASSA preencha os dados abaixo e clique em "Enviar"

Aumentar fonte Diminuir fonte

Luciano Teixeira Santos, 26 anos, e Anderson Antunes da Silva Santos, 19, foram executados a tiros ontem à tarde, na Rua São Jorge, no Alto do Cabrito – próximo ao Dique do Cabrito. Eles estavam no veículo Renault Clio prata (NTP-3142), quando foram surpreendidos pelos criminosos. Luciano, que estava no volante, morreu dentro do carro. Já Anderson tentou fugir, mas caiu metros depois, em frente a uma loja de compras e vendas de sucatas.

"Os tiros começaram lá em cima. Eles estavam subindo a ladeira, quando os caras começaram atirar neles. O carro desceu de ré e só passou aqui [final da rua]", contou um investigador do Departamento de Homicídios (DHPP). Conforme o delegado Alberto Schramm, do DHPP, Luciano, também conhecido como Lu Batedeira, e Anderson, o Baleia, eram envolvidos com a criminalidade e já tinham passagens pela polícia. "Os dois já foram presos por 155 [furto] e 157 [roubo]", disse o delegado.