Esporte

Sex, 08/02/2019 | Atualizado em: 08/02/2019 às 05h07


Esporte

rasteira uruguaia

Léo Santana
A+ A-

O Bahia decepcionou sua torcida e foi derrotado pelo Liverpool-URU por 1 a 0, na estreia da Copa Sul-Americana desta temporada, em plena Arena Fonte Nova, ontem à noite. O Tricolor teve maior posse de bola, desperdiçou várias chances de gols e acabou sofrendo um tento do uruguaio Ignacio Ramírez já no segundo tempo do duelo.

Agora, a equipe do técnico Enderson Moreira terá de vencer o adversário no Uruguai por um gol de diferença marcando dois ou mais gols ou por dois gols de frente, na próxima quinta-feira, 14, para avançar de fase no torneio. Em caso de um triunfo por 1 a 0, a decisão vai para os pênaltis. Antes, o Esquadrão encara o Jacobina, neste domingo, 10, às 16h, pela 5ª rodada do Campeonato Baiano.

A partida em Salvador começou com as equipes se estudando em campo. A primeira chance foi do time uruguaio com o atacante Maureen Franco, que chutou de longe e exigiu boa intervenção do goleiro Douglas.

O Bahia só chegou com perigo aos 16 minutos após cabeçada do lateral Moisés para fora. Daí em diante, o Tricolor começou a dominar as ações e passou a desperdiçar várias oportunidades de marcar. O meia Guilherme teve uma grande chance em cobrança de falta aos 26 minutos, mas a bola desviou na barreira, tocou no travessão e foi para fora.

Aos 29 minutos, o volante Gregore quase marca. Após boa tabela com o meia atacante Artur, o cão de guarda tricolor saiu de frente com o goleiro Bava, mas chutou fraco nas mãos do camisa 1 uruguaio. Em seguida foi a vez do atacante Gilberto arriscar uma bomba e exigir grande defesa do goleiro do Liverpool uruguaio.

Na volta para o segundo tempo, o Bahia seguiu tentando abrir o placar. A primeira boa oportunidade foi do meia Guilherme, que cabeceou e exigiu mais uma boa defesa do goleiro Bava. No rebote, Gilberto finalizou e colocou o arqueiro para trabalhar novamente.

No meio da etapa final o jogo deu um caída no ritmo. O técnico Enderson Moreira tirou Guilherme e Shaylon colocando Fernandão e Rogério, respectivamente, o que acabou sendo determinante para o fraco poderio ofensivo do time, já que ficou sem meio de campo para criação.

E o troco veio já no final do confronto. Na única boa oportunidade em que teve, o Liverpool inaugurou o marcador aos 35 minutos. Em uma cobrança de falta, o atacante Juan Ramírez apareceu sozinho dentro da área do Bahia e cabeceou à queima roupa. O goleiro Douglas ainda desviou, mas a bola morreu no fundo das redes do Esquadrão, colocando 1 a 0 no placar para os visitantes.

O time do comandante Enderson Moreira sentiu o golpe do tento sofrido e só chegou mais uma vez com perigo com o lateral Nino Paraíba. O jogador fez boa tabela na entrada da área e arriscou de longe, a bola passou raspando a trave do goleiro Bava, mas foi pra fora. Fim de jogo, o Esquadrão acabou derrotado e se complicou de fez no torneio continental.