Tá Quente!

Sáb, 09/02/2019 | Atualizado em: 09/02/2019 às 05h07


Tá Quente!

Gastou-se muito nas eleições das Casas

Da redação
A+ A-

O DEM gastou, apenas com avião particular, entre dezembro e janeiro, a quantia de R$ 880 mil para alavancar as candidaturas de Rodrigo Maia (DEM) e Davi Alcolumbre (DEM), na Câmara e no Senado Federal.

Houve, ainda, gastos com material gráfico de Maia, cujo total não foi repassado ainda.

O presidente do DEM e prefeito de Salvador, ACM Neto, também ajudou horas antes da sessão no Senado Federal, que culminou com a eleição de Davi.

Neto ajudou na articulação que levaria Tasso Jereissati (PSDB) a dar o primeiro passo decisivo, na avaliação do grupo de Davi. Ao retirar a candidatura em seu favor, o tucano teria começado o movimento de unificação do campo antipático a Renan Calheiros. Depois disso, viriam o apoio da maioria ao voto aberto e todo o tumulto no plenário, que acabou levando a decisão para o dia seguinte.

Parece que o investimento deu muito certo para a cúpula do DEM, não?