Nas Ruas

Qua, 04/09/2019 | Atualizado em: 04/09/2019 às 04h04


Nas Ruas

Órgãos apontam responsável pelo píer

Natália Figueiredo*
A+ A-

A Marinha do Brasil (MB), por meio do Comando do 2° Distrito Naval, se pronucniou sobre a situação do píer anexo ao Forte de Santa Maria. "A fiscalização e organização do uso desse tipo de estrutura não estão entre as atribuições da Marinha do Brasil, exceto em caso de risco à navegação". Já o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) explicou que o tombamento é incidente sobre a fortificação, cuja gestão é de responsabilidade do Exército Brasileiro. A assessoria de comunicação do Exército esclareceu que as autoridades estão se reunindo para discutir o caso.

O píer se encontra com pedras e placas soltas, além de um buraco em sua estrutura. * Sob a supervisão da editora Maiara Lopes