Tá Quente!

Ter, 24/09/2019 | Atualizado em: 24/09/2019 às 08h33


Tá Quente!

Caso Ágatha General diz que foram traficantes

Raul Aguilar
A+ A-

O presidente em exercício, general Hamilton Mourão, afirmou ontem, durante coletiva para jornalistas, que o assassinato da garota Ágatha Félix, de oito anos, foi provocado por traficantes do Complexo do Alemão.

Questionado sobre denúncias de que o disparo teria sido feito por um dos policiais, Mourão rebateu lembrando a morte do jornalista Tim Lopes. "É aquela história, a palavra de um contra o outro. Você sabe muito bem que nessas regiões de favela se o cara disser que foi o traficante que atirou, no dia seguinte ele está morto. Vamos lembrar de um colega de vocês, o Tim Lopes, que morreu fazendo uma investigação", afirmou o presidente.

A morte da menina provocou um intenso debate sobre trechos do pacote anticrime, criado pelo ministro Sérgio Moro, que tramita na Câmara e concentrava previsão de votação para esta semana.

Mourão reconheceu que o caso pode prejudicar a tramitação do projeto, mas destacou que o monopólio da força deve continuar com o Estado. "O Estado é quem tem que ter o monopólio da violência, fazer suas operações e procurar de todas as formas possíveis a segurança da população", disse Mourão.