Esporte

Sex, 08/11/2019 | Atualizado em: 08/11/2019 às 04h05


Esporte

Na raça Marco Antônio revela segredo pra bater o Fla

leo moreira
A+ A-

Com a necessidade de se recuperar de mais um tropeço diante de sua torcida, o Bahia voltou aos treinos na tarde de ontem, no Fazendão. Agora, já são cinco jogos sem vencer. Domingo (10), os comandados de Roger Machado terão uma tarefa estilo Missão Impossível: bater o Flamengo – líder da competição e invicto há 22 jogos na temporada – no Maracanã.

O último time que bateu o Urubu foi justamente o Tricolor. Em agosto, em jogo válido pela 13ª rodada do Brasileirão, o Bahia venceu o Flamengo por 3 a 0, com três gols de Gilberto, na Arena Fonte Nova.

Com esperança que algo parecido volte a acontecer, Marco Antônio falou à imprensa antes das atividades.

Autor do gol de empate contra a Chapecoense, o meia revela que foi com muita luta: "Quando a bola chegou no meu pé, não foi eu, não. Já estava muito cansado, as pernas muito pesadas, foi no sacrifício mesmo".

Sobre as dores, ele fala: "Quando cheguei em casa, começou a latejar, ficou dolorido. Nessa madrugada deu uma inchada. Mas amanheceu melhor", tranquilizou.

Em relação à má fase do Bahia, o camisa 30 faz questão de ressaltar a união do grupo. "O que posso dizer é que o grupo está focado, não falta entrega. A gente tá junto. Momento difícil também chega. Torcedor quer sempre o melhor, mas a gente acaba oscilando, que é natural. Estamos com a cabeça tranquila", disse.

O meia também revelou o segredo para surpreender o time de Jorge Jesus. "Fora de casa, como todo mundo sabe, é marcar ali, na nossa linha, e nossas beiradas, Élber, Artur, Rogério, Arthur Caíke, eu. É marcar para caramba e impor nosso ritmo também, porque eles vão dar espaço. Fazer desses espaços as melhores jogadas, para fazer o gol", destacou o jogador.