Plantão

Sex, 08/11/2019 | Atualizado em: 08/11/2019 às 04h05


Plantão

Intolerância Homofobia leva a cruel assassinato

Nicolas Melo
A+ A-

Após passar dias curtindo a praia em Madre de Deus (Grande Salvador), Rodrigo Abreu Santos, 23 anos, foi ferido com um golpe de faca na região do pescoço. O crime foi motivado por intolerância sexista. Ele teve morte cerebral constatada, no Hospital do Subúrbio, na última quarta-feira (6).

O crime foi cometido na madrugada de sexta-feira (1º), em Fazenda Coutos, poucas horas depois que a vítima chegou de viagem com o amigo Erick Deivid Silva Santos, 22.

"Chegamos era por volta das 23h de quinta-feira (31) e fomos tomar uma cerveja. Eu tinha chamado ele para ir para um bar na região, mas ele deu preferência ao Boteco da Negona, que é de lésbicas. Estávamos perto do balcão, quando dois homens chegaram", detalhou Erick.

Ele conta que a dupla pediu para que pagassem uma bebida para eles.

"Não vimos problema nisso e pagamos a cerveja, mas eles ainda queriam que déssemos R$ 10. Eu disse que não e chamei ele para ir embora", falou o rapaz.

Segundo Erick, um dos homens foi para trás da barraca e chamou por ele, mas o amigo não deixou, quando o suspeito perguntou: 'o que é que você quer, seu viadinho?'.

Rodrigo pagou a conta no crédito e saiu. Ele pediu para que o amigo pegasse o cartão. "Foi só o tempo que me distraí. Pensei que ele tinha ido urinar, mas, aí, uma pessoa gritou e ele saiu de trás da barraca. Ele só teve tempo de dizer: me socorre", lembrou.