Plantão

Sáb, 22/02/2020 | Atualizado em: 22/02/2020 às 04h00


Plantão

Carnaval Turista gringo apanha de ladra

ANDREZZA MOURA
A+ A-

Em nota divulgada à imprensa ontem de manhã, a assessoria de comunicação da Prefeitura de Salvador informou que o primeiro dia oficial de Carnaval foi de tranquilidade nos dois circuitos oficiais.

Segundo informações do órgão, os postos de saúde montados na festa registraram 433 atendimentos, nenhum com gravidade, sendo a maioria casos de intoxicação alcoólica.

No entanto, quatro homens deram entrada no Hospital Geral do Estado (HGE), durante a madrugada de ontem, vítimas de agressões, no Circuito Dodô (Barra-Ondina). Uma vítima de facadas, ferida no Circuito Osmar (Campo Grande), também procurou o hospital.

Entre estes casos, está o do turista americano Shoam Zilberstein, 21 anos, agredido com socos no rosto, enquanto curtia o Carnaval na Barra. Ele foi levado à unidade de saúde por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e, até ontem, pela manhã, seguia internado em observação.

Conforme nota da Prefeitura, o estado de saúde dele é estável. Ainda segundo a nota, o estrangeiro informou que foi abordado por uma mulher que lhe pediu cigarro e logo depois tentou furtar seus pertences. Ele reagiu e foi golpeado na cabeça por um coco.

"Estamos acompanhando de perto esse caso e entramos em contato com as autoridades diplomáticas. O turista está recebendo toda a assistência do poder público", contou o prefeito, ainda na mesma nota.

Danilo Carvalho Portilho Filgueiras, 36, também foi espancado com socos e pontapés na cabeça e na boca, no bairro de Ondina, após ter tido sua corrente prata roubada.

Outra vítima de agressão foi Reginaldo dos Santos, 32. Ele teve lesões no olho direito e no supercílio ao levar socos de um homem desconhecido, também em Ondina.

Já Cézar Rodrigo de Jesus França, 19, estava no final do circuito Barra/ Ondina, próximo ao monumento As Gordinhas, quando foi cercado por vários homens e agredido com murros no rosto.

No circuito Dodô, o catador de latinhas Gilmar de Jesus Monteiro, 55, foi esfaqueado no ombro direito e cabeça, durante a madrugada, mas só procurou atendimento médico por volta das 10h da manhã de ontem.

Ele contou no Posto da Polícia Civil do HGE que foi ferido ao reagir a uma tentativa de roubo. O estado de saúde de Danilo, Reginaldo, Cézar e Gilmar também não foi divulgado.