Esporte

Sex, 28/02/2020 | Atualizado em: 28/02/2020 às 04h00


Esporte

No ritmo O bonde tá pronto para jogar Ba-Vi

Jefferson domingos
A+ A-

Depois da classificação do time principal do Bahia para a segunda fase da Copa Sul-Americana, na última quarta-feira, o foco agora é todo no clássico contra o Vitória no próximo domingo (1º), no Barradão, pela sexta rodada do Baianão.

A missão de vencer o Ba-Vi será do time de transição, comandado pelo técnico Dado Cavalcanti. A equipe lidera o torneio com 11 pontos, enquanto o Leão está em segundo lugar, com a mesma pontuação, mas com saldo de gols menor (5 a 3).

Apesar do bom início de campeonato, existe algo que preocupa o treinador do Tricolor: a falta de ritmo de jogo. Da última partida disputada, contra o Jacobina, até o clássico, serão 21 dias de intervalo. Para que a equipe não perdesse ritmo de jogo, Dado promoveu três jogos-treinos.

"Nós vínhamos numa batida boa, nossa equipe se mostrou muito consistente, equilibrada, em todos os jogos que fizemos. No nosso planejamento, criamos algumas alternativas de jogos-treinos, coletivo, amistosos para minimizar essa perda do ritmo", disse o treinador.

Acostumado a mexer pouco no time, o técnico deve manter a escalação titular que atuou na última partida. Apenas questões físicas podem gerar alguma mudança, como no caso do meia Ramon, que é dúvida. Assim, o Esquadrão deve entrar em campo com: Fernando; Willean Lepo, Ignácio, Anderson e Mayk; Edson, Ramon (Yuri ou Caio Mello) e Arthur Rezende; Alesson, Gustavo e Saldanha.

"Manutenção da base. Espero que não haja trocas. Se houver troca, é de ordem clínica, médica. É um time base que a gente vem montando, não tem tantos mistérios. Tenho repetido pouco as escalações e quando acontece troca é um atleta apenas", explicou Dado.