Viver Bem

Seg, 16/03/2020 | Atualizado em: 16/03/2020 às 04h01


Viver Bem

Amarga obsessão

Durval Ferreira*
A+ A-

Equilibrar a alimentação, manter uma vida saudável e evitar o consumo de alimentos industrializados é um desafio diário para muitas pessoas que desejam melhorar a qualidade de vida e valorizar hábitos saudáveis.

Em alguns casos, a busca excessiva pode se tornar obsessão. A ortorexia é o termo que define a obsessão das pessoas pela alimentação saudável. Ao contrário da anorexia ou bulimia, esse distúrbio não faz a pessoa se importar com o ganho ou perda de peso, mas, sim, com a pureza e a composição de tudo o que consome e o modo de preparo.

De acordo com a nutricionista Jjlândia Rodrigues, esse distúrbio pode ser identificado através da preocupação excessiva com o tipo de alimento que se vai consumir. "Quando o indivíduo passa a maior parte do tempo preocupado com o tipo de alimento que vai comer, o modo de preparo, a escolha, a compra do alimento, já é um sinal de que já foge do equlibrio", explicou a especialista.

A ortorexia pode ocasionar outros tipos de doenças como ansiedade, estresse, depressão e o afastamento da vida social para evitar o consumo de certos alimentos. "A pessoa deixa de frequentar, por exemplo, um restaurante que tem um determinado tipo de alimento por não querer consumir, deixa de fazer lanche, jantar, porque não podem fugir daquela regra alimentar que eles acreditam que sejam o correto", apontou a nutricionista

O tratamento da ortorexia se dá através de hábitos multidisciplinares, composto por uma nutricionista que dará instrução para uma dieta equilibrada conforme a necessidade do paciente.

* Sob a supervisão do editor Tiago Lemos