Plantão

Ter, 17/03/2020 | Atualizado em: 17/03/2020 às 04h02


Plantão

Trágico Bala perdida mata garota na hora de dormir

Nicolas Melo
A+ A-

A bíblia aberta em cima de uma cômoda, um casaco da Barbie meio dobrado em meio a travesseiros em uma cama infantil e o par de sandálias acomodado ao lado do móvel não deixavam claro que a dona do cômodo, uma menina de 11 anos, havia morrido.

Se não fosse pelos estilhaços de vidro da janela espalhados pelo chão, por um projétil no pé de uma cadeira e uns poucos respingos de sangue na parede, ao lado da cama, o cômodo indicaria, em outras circunstâncias, que ali era o local íntimo de Dominique Oliveira da Silva.

A garota foi atingida por um tiro na noite de domingo (15), momentos depois que se recolheu em seu quarto, em Sussuarana. Segundo sua irmã mais velha, Dominique e a mãe tinham passado o dia na praia de Itacimirim, no litoral norte, e tinham comprado e comido uma pizza juntas, antes de irem deitar.

"Só tinha 11 anos. Uma vida inteira pela frente. Dormindo, na cama! Nem dentro de casa a gente tem mais segurança?", questionou Daiane Oliveira da Silva, 26, irmã da vítima. Com lágrimas nos olhos, ela completou: "eram só elas duas. Uma era companheira da outra".

De acordo com os relatos, do outro lado do conjunto Viver Melhor 2, onde mãe e filha moravam, houve uma troca de tiros entre traficantes que rivalizam entre pontos de drogas da região com os de Pau da Lima.