Plantão

Ter, 31/03/2020 | Atualizado em: 31/03/2020 às 04h01


Plantão

Ousadia Presos queriam dar rolé, mas fuga foi gorada

Nicolas Melo
A+ A-

Cinco detentos tentaram fugir do Conjunto Penal de Feira de Santana (a 115 km de Salvador), na madrugada de ontem, mas a ação foi frustrada após policiais penais flagrarem o grupo transitando pelo pátio externo do pavilhão 3. Essa é a segunda vez, em dez dias, que ocorre uma tentativa de fuga da unidade prisional, que é a maior do estado, com 1.788 presos.

A unidade possui 20 policiais penais por plantão, distribuídos em 11 pavilhões masculinos, um minipresídio e um pavilhão feminino. De acordo com o presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado da Bahia (Sinspeb), Reivon Pimentel, a suspensão das visitas dos familiares ocorre por causa do risco de contaminação pela Covid-19 e tem proporcionado um aumento de tensão na população carcerária de toda a Bahia.

"Os presídios vão ficar mais tensos e esse quadro vai aumentar a probabilidade de fugas. Os policiais penais precisam agora redobrar a atenção na medida em que as unidades estão mais tensas", alertou o sindicalista, ainda chamando a atenção para o número reduzido dos policiais se comparado ao de detentos. "É um número desproporcional. O Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária prevê que para cada cinco presos deve haver um policial penal. Então, lá em Feira, deveria ter, no mínimo, 300 por turno", comentou.