Viver Bem

Sáb, 13/06/2020 | Atualizado em: 13/06/2020 às 06h24


Viver Bem

Celulite Companheira neste período de pandemia

Durval Ferreira*
A+ A-

Com o isolamento social nesta pandemia causada pelo novo coronavírus, os exageros na alimentação podem trazer como consequência as indesejadas celulites. De acordo com a dermatologista Marta Mascarenhas, trata-se de um processo inflamatório do tecido subcutâneo, um tecido gorduroso, influenciado, entre outras coisas, por dieta rica em gordura e carboidrato simples, além de falta de exercício físico e retenção hídrica.

"Hábitos ruins de vida, sedentarismo, tendência pessoal e genética influenciam na formação de celulites. As mulheres têm mais que os homens por causa de hormônios femininos, como o estrógeno", explicou a dermatologista Marta Mascarenhas.

O cirurgião Roberto Chacur, especialista no combate às celulites, explica: "Quando há acúmulo de gordura, a celulite fica mais aparente. Mas existem exceções. Temos pacientes obesas e com o bumbum extremamente liso, e pacientes magras com irregularidades mais significativas. Por isso, não podemos generalizar, mas analisar cada caso".

*Sob a supervisão do jornalista Tiago Lemos