Viver Bem

Ter, 16/06/2020 | Atualizado em: 16/06/2020 às 06h24


Viver Bem

Fique em casa Acender fogueira só no ano que vem

Durval Ferreira*
A+ A-

Em meio à pandemia de Covid-19, a prática de aceder fogueira, algum comum no mês junino, principalmente na véspera e no dia de São João, pode ser responsável por um cenário de complicações até para quem está curado do novo coronavírus.

De acordo com a pneumologista Larissa Voss Sadigursky, por sofrerem agressão às células pulmonares, os pacientes que desenvolveram a pneumonia enquanto sintomáticos da doença, quando expostos à fumaça e a produtos químicos, por exemplo, podem apresentar chiados no peito, falta de ar e cansaço.

A médica ainda ressalta: "Não é algo específico da Covid. Qualquer vírus e bactéria pode causar a lesão do epitélio brônquico e causar sintomas semelhantes, assim como a dor torácica. É algo natural, da própria regressão da parte inflamatória".

"A fumaça é um potente irritante para as vias respiratórias. Os pacientes que tiveram Covid, sobretudo aqueles com pneumonia na forma mais grave, podem evoluir para um quadro de hiper-reatividade brônquica, com tosse, falta de ar, cansaço e chiados no peito. A recomendação é que esses pacientes evitem ambientes com fumaça", indicou a especialista.

*Sob a supervisão do jornalista Tiago Lemos