Plantão

Qui, 30/07/2020 | Atualizado em: 30/07/2020 às 05h02


Plantão

Pés no chão Mercado 'pirata' fica sem estoque

Da Redação
A+ A-

Pelo menos 5.200 pares de tênis e sapatos falsificados de marcas famosas foram apreendidos na BR-116, nas proximidades do distrito de Ipuaçu em Feira de Santana (a 115 km de Salvador). O motorista da carreta, um homem de 47 anos, de nome não divulgado, acabou preso em flagrante, por não possuir nota fiscal da mercadoria. A carga, que também continha bolsas e sandálias, é avaliada em R$ 700 mil.

Segundo informações da Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas em Rodovias (Decarga) de Feira de Santana, a carga foi produzida na cidade de Nova Serrana (MG), conhecida pela produção de artigos falsificados.

A mercadoria, que foi apreendida na noite da última segunda-feira (27), era transportada em uma carreta com placa de Campina Grande (PB) e tinha logomarca de água mineral. A intenção, de acordo com a polícia, era despistar a fiscalização.

O responsável pela compra e distribuição desses produtos já foi identificado e responderá inquérito criminal, sendo empresário residente no estado da Paraíba e dono de uma frota de caminhões usados para o transporte clandestino. O homem não teve a identidade revelada pela polícia.

A carga de marcas famosas entre elas Nike, Adidas, Lacoste, Calvin Klein, Schutz, Kenner, Puma, Reserva e All Star, foi encaminhada para a sede da Decarga de Feira de Santana. Policiais Civis de Minas Gerais também prestaram apoio à operação.