Após pagar multa avaliada em R$ 1 milhão, Ronaldinho Gaúcho retorna ao Brasil
Foto: Carl de Souza/AFP

Da Redação

O ex-jogador Ronaldinho Gaúcho e seu irmão e empresário Roberto Assis, desembarcaram no Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Rio de Janeiro na tarde desta terça-feira (25), após cerca de seis meses presos em Assunção, no Paraguai.

A dupla, que foi detida no dia 6 de março ao tentar entrar no país portando documentos falsos, foi liberada nesta segunda-feira, 24, após o pagamento de uma multa avaliada em R$ 1 milhão.

Em prisão domiciliar no hotel de luxo Palmaroga, desde abril, depois do pagamento de R$ 8,9 milhão como fiança, os valores solicitados: R$ 500 mil e R$ 600 mil, pagos por Ronaldinho e Assis, respectivamente, devem ser descontados dessa quantia.

De acordo com o juiz Gustavo Amarilla, responsável pelo caso, o processo deve ser arquivado pela Justiça após o pedido do Ministério Público do Paraguai e o dinheiro será utilizado no combate a Covid-19 no país.