Reprodução: Instagram

Jefferson Domingos
redacao@jornalmassa.com.br

Com gol de carrasco, Tricolor perde novamente para o Defensa y Justicia, na Argentina, e cai na Sul-Americana nas quartas de final. O Bahia está eliminado da Copa Sul-Americana. Na noite de ontem, o Tricolor perdeu novamente para o Defensa y Justicia, desta vez, por 1 a 0, no estádio Norberto Tomaghello, na Argentina.

O gol foi feito pelo carrasco do Esquadrão na quartas de final, o atacante Braian Romero, que marcou três vezes, somando os dois confrontos. Como não reverteu os 3 a 2que levou na ida, na Arena Fonte Nova, o Bahia não conseguiu o feito de chegar a uma semi final inédita na ‘Sula’. Após a sexta derrota nos últimos oito jogos, restou ao Esquadrão focar na recuperação do Brasileirão. Na beira do Z-4, o Bahia enfrenta o Flamengo, no próximo domingo (20), no Maracanã, às 18h15.

Com a necessidade de buscar o resultado, Mano Menezes montou a equipe novamente com um trio de atacantes, formado por Rossi, Élber e Gilberto, e com Ramírez na articulação. No início parecia que seria mais uma partida ruim do Tricolor ,mas o time cresceu a partir dos 20 minutos, principalmente, nas subidas de Nino Paraíba e Gregore, colecionando chances perdidas. Na primeira oportunidade, Gregore invadiu a área e cruzou para Ramírez. O colombiano girou e bateu por cima do gol.

Depois, o gringo puxou contra-ataque, mas esticou demais a bola para Élber. O camisa 7 dividiu com o goleiro e a pelota sobrou para Gilberto, que mandou para longe da meta. Em seguida, Juninho Capixaba arriscou da entrada da área e a redonda passou bem perto da trave do goleiro Unsain. Depois de várias tentativas, o lance que o torcedor mais lamenta ocorreu aos 42 minutos da etapa inicial. Rossi recebeu sozinho na pequena área e chutou no travessão. No rebote, o atacante finalizou em cima da marcação. Ele ainda teve uma terceira tentativa, mas um zagueiro evitou o gol em cima da linha. Incrível!

No segundo tempo, o jogo ficou aberto e as duas equipes tiveram oportunidades de marcar. O Defensa melhorou e quase marcou com Braian Romero logo aos dois minutos.A bola foi para fora. Em seguida, o Bahia voltou a desperdiçar uma boa chance, dessa vez, com Élber que, na cara do gol, chutou de bico e fraco em cima de Unsain.

Na sequência, Braian Romero foi acionado mais uma vez. Ele recebeu na área e parou em grande defesa do arqueiro Douglas. O tempo passava, o Esquadrão não marcava, Mano não mexia e, para completar, Rossi foi expulso aos 25 minutos, após ser flagrado pelo ártbitro de vídeo fazendo um gesto obsceno em direção à arquibancada.

Mas o torcedor tricolor deve ter recuperado um pouco da esperança quatro minutos depois, quando Acevedo levou o segundo amarelo e também foi expulso. Mano logo promoveu as entradas de Gabriel Novaes, Rodriguinho e Daniel, mas as mudanças não surtiram efeito e o Bahia levou o golpe final do jogador que virou seu carrasco. No fim, Bou deu linda enfiada para Braian Romero,que ganho uma corrida de Juninho Capixaba, bateu na saída de Douglas e fechou o caixão tricolor.