LUCAS FIGUEIREDO / CBF / DIVULGAÇÃO

Brasil inicia caminhada nas Eliminatórias para o Mundial do Catar, nesta noite, diante da Bolívia, na Neo Química Arena, e atacante Neymar é dúvida para a estreia

Pedro Moraes*
redacao@jornalmassa.com.br

Em busca do hexa campeonato mundial, a Seleção Brasileira inicia a caminha da rumo à Copa do Mundo do Catar 2022 diante da Bolívia, na noite de hoje, às 21h30, na Neo Química Arena,em SãoPaulo,pela1ª rodada das Eliminatórias da América do Sul.

No entanto, o que poderia parecer uma estreia tranquila, mesmo sem a presença da torcida canarinho na arquibancadadevidoàpandemiadaCovid-19, gerou um pouco de preocupação aos brasileiros. Isso porque, o atacante Neymar, principal jogador da equipe, pode ser desfalque diante da seleção boliviana, já que deixou os treinos da semana com dores na lombar.

Se não puder contar com o craque do PSG, que será aguardado até o último instante, o técnico Tite já definiu que Éverton Ribeiro será o seu substituto. Além dele, Weverton vai assumir a vaga no gol aberta coma lesão de Alison, e Douglas Luiz ganhou a disputa com Bruno Guimarães e vai formar a dupla de volantes com Casemiro.

“Weverton é o goleiro, está definido. São três grandes goleiros. O Weverton vem de grande campanha, fazendo mais de 20 jogos emaltonível. Isto o credenciou nesse momento. Douglas Luiz também está definido, isto já foi trabalhado. A outra (entrada) no caso da substituição hipotética do Neymar é o Éverton Ribeiro. Esta é a possibilidade, os treinamentos foram dessa forma, mas esperamos e contamos (com Neymar). Vamos aguardar. Não tendo ele, vai Éverton Ribeiro”, explicou o treinador, em entrevista coletiva virtual.

De acordo com o médico da seleção o, Rodrigo Lasmar, o anúncio oficial sobre a presença de Ney diante da Bolívia depende da evolução dele. “Ontem (quarta-feira) ele não conseguiu treinar, relatou dores na região lombar, sem trauma, durante o aquecimento foi avaliado. Ele teve pequena melhora, mas não temos ainda nem 24h da dor mais intensa.

Tivemos deslocamento, isso tudo dificultou um pouco o tratamento. Ele não tem condições de treino, faz trabalho intensivo com nosso fisioterapeuta e vamos aguardar até amanhã (hoje) para passar posição ao técnico Tite”, descreveu o profissional.

Sem o principal jogador do Brasil, na tarde de ontem, a delegação brasileira realizou a última sessão de treinamentos e fez o reconhecimento do gramado do estádio do Corinthians, local do jogo desta noite contra os bolivianos. Portanto, a Copa do Mundo já começou para o Brasil, que vai tentar apagar os vexames dos dois últimos Mundiais, quando foi humilhado pela Alemanha, levando 7 a 1, em 2014, e quando acabou derrotado pela Bélgica,por2a 1, em 2018.

Então, que os comandados de Tite conquistem uma boa vitória, com ou sem Neymar, rumo ao hexa!

CASEMIRO GANHA A BRAÇADEIRA

Com 60 convocações e 46 partidas vestindo a camisa da Seleção Brasileira, o volante Casemiro, de 28 anos, será o capitão diante da Bolívia. Durante a coletiva de ontem, na véspera da partida de estreia nas Eliminatórias, o técnico Tite pontuou essa observação, porém deixou o posto sem dono fixo para os jogos seguintes.

“O capitão para o jogo é o Casemiro. Essa situação, até por não ter o Dani (Alves), fica sem uma determinação”, afirmou o comandante. Desta forma, o confronto contra o Peru, em Lima, na terça-feira (13), deverá ter outro jogador com a braçadeira.

*Sob supervisão do editor Léo Santana